24 julho 2017

Pedala Pentecoste :mobilidade,sustentabilidade e saúde.

A BUSCA PELA MOBILIDADE URBANA É UM DESAFIO ENFRENTADO PELA MAIORIA DAS GRANDES CIDADES NO BRASIL, QUE ESBARRAM EM PROBLEMAS COMO O PRIVILÉGIO AOS TRANSPORTES INDIVIDUAIS.


Sustentabilidade 

Sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, a sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, a humanidade pode garantir o desenvolvimento sustentável.


22 julho 2017

Padre Fábio de Melo canta hoje no Festival Halleluya

Em uma sequência de artistas e ritmos variados Padre Fábio de Melo sobe hoje ao palco do Festival Halleluya, no Condomínio Espiritual Uirapuru. A entrada é gratuita para todas as atrações e espaços. A organização pede a doação de um quilo  de alimento não perecível para os projetos de promoção humana da Comunidade Católica Shalom.

Padre Fábio de Melo canta no Halleluya desde suas primeiras edições quando ainda era realizado no parque do Cocó. O sacerdote é querido pelo público e será precedido nesta noite pelos shows de Irmã Kelly Patrícia, Banda Dominus e Ana Gabriela. Em seguida ao show do padre haverá a apresentação de Davidson Silva com participação especial de Irmã Ana Paula.
Fonte :O povo

21 julho 2017

Seja mulher, seja ciclista ! venha para o grupo de ciclismo PEDALA PENTECOSTE

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
provavelmente você nunca ouviu falar sobre Alfonsina, não são muitos que sabem a sua pioneira história. Alfonsa Rosa Maria Morini foi uma ciclista de estrada italiana e a primeira mulher a competir em corridas com homens, como a Giro da Lombardia e o Giro D’Itália. Ela é considerada a pioneira na uniformização do ciclismo entre homens e mulheres. 
Nascida em uma família pobre italiana no ano de 1891, Alfonsina desde nova pedalava com a bicicleta que seu pai comprou para trabalhar. Antes mesmo dos 14 anos, ela já havia encontrado uma maneira de participar de corridas, mesmo em segredo de seus pais. Alfonsina sempre dava a desculpa de que ia para a missa dominical. Porém, bastou sua mãe descobrir para ela receber um ultimato. Se Alfonsina quisesse continuar a correr, deveria casar e sair de casa. E foi isso mesmo que ela fez, casou-se aos 14 anos com Luigi Strada, mecânico, e se mudou para Milão. Como presente de casamento, pediu a seu marido uma bicicleta. Luigi prontamente atendeu o pedido da amada e, além disso, sempre foi seu maior defensor e treinador no mundo do ciclismo.
Seja mulher, seja ciclistaAlfonsina ingressou de vez no mundo competitivo do ciclismo de estrada, vindo a participar duas vezes do famoso Giro da Lombardia, uma prova clássica italiana. Até que em 1924 ela conseguiu participar do Giro D’Itália, uma das grandes voltas ciclísticas e por vezes muito mais dura que o Tour de France. Sua participação no Giro foi alvo de muita suspeita e surpresa, sendo que os organizadores não divulgaram seu nome em um primeiro momento. O trajeto do Giro de 1924 foi extremamente duro, foram 3.613 km divididos em doze etapas. Noventa ciclistas largaram de Milão, entre eles a precursora Alfonsina, “o diabo de saia”. 

Postagens populares

MAIS LIDA

Postagens populares